Quase Nada Sobre Quase Tudo

sexta-feira, julho 27, 2007

Ontem eu terminei de ler "Uma vida entre três cachorros", de Abigail Thomas que me lembrou o livro tristíssimo "O ano do pensamento mágico" da Joan Didion, que eu li no ano passado e não me esqueci mais da história(coisa rara em mim). Nos dois livros, a vida das autoras muda drasticamente a partir de um trágico acontecimento.

Resenhado por Stephen King ele diz " A melhor memória que li. Triste, aterradora e extremamente honesta... um testemunho sobre o poder do amor. Este livro é um soco no estômago. Leia-o".

Já a sinopse diz: "Uma vida entre três cachorros" é uma das memórias mais intensas já escritas. Abigail Thomas tem um estilo seco e impactante, assim como a tragédia que abalou sua vida. A história começa quando seu marido Rich, após ser atropelado, sofre grave lesão no cérebro. Entre as diversas seqüelas, a perda da memória é a que traz maior dano a ele e a sua família. Rich é condenado a morar para sempre em uma clínica. Sem o companheiro em casa, Abigail faz de seus três cachorros uma nova família. Harry, Rosie e Carolina irão preencher o vazio da cama e aquecê-la nas noites gélidas. Mais do que isso, os cachorros vão lhe ensinar o verdadeiro sentido de uma família: a lealdade, amor incondicional e o carinho.

Não adorei o livro mas também não o achei ruim.Na verdade se você compra o livro pelo comentário do Stephen King ou por causa dos cachorros, você se arrepende porque a história é boa mas não arranca lágrimas e eu não fiquei pensando horas no livro assim como me aconteceu com o livro da Joan Didion, e no caso dos cachorros eles apenas aparecem ao longo da narrativa...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker