Quase Nada Sobre Quase Tudo

quinta-feira, julho 27, 2006

Assisti em dvd "Os sonhadores", filme de Bernardo Bertolucci. Baseado no livro homônimo (que dá curiosidade de ler) escrito por Gilbert Adair (que assina o roteiro), Matthew (Michael Pitt) é um estudante americano, em um programa de intercâmbio em Paris. Apaixonado por cinema, ele freqüenta assiduamente a Cinemateca Francesa justamente na Primavera de 68, quando explodem revoltas estudantis por toda a Europa. Ao retornar à Cinemateca, ele encontra uma manifestação no local.

A trama começa no momento em que Henri Langlois é demitido da direção da Cinemateca francesa por André Malraux, ministro da Cultura do presidente Charles De Gaulle. A demissão deixa revoltados estudantes e os maiores cineastas de todo mundo. Gente como Godard, Truffaut, Kurosawa, Fellini e até o brasileiro Glauber Rocha protesta contra a demissão. Uma manifestação em frente da Cinemateca é dispersa com bombas enquanto a polícia desce o cacete em estudantes, cineastas e escritores. Os enfrentamentos se tornaram corriqueiros e logo maio entraria para a história.
É justamente nessa situação que Matthew conhece Isabelle (Eva Green). Eles já se conheciam de vista, das sessões de filmes de arte na Cinemateca. Isabelle está protestando contra a demissão de Langlois, acorrentada na porta da Cinemateca. O jovem fica impressionado com a garota, e ela aproveita a oportunidade e fisga o rapaz. Minutos depois é a vez de Theo (Louis Garrel) entrar em cena. Ele é irmão de Isabelle, também cinéfilo e também com pinta de revolucionário.
O trio se torna amigo. Logo, Matthew deixa a pensão em que vive para ir passar alguns dias na casa dos irmãos. E é aí que o filme deixa a política de lado e vira um filme sobre... hum... muitas coisas, entre elas, os prazeres da carne, com direito a cenas de sexo quase explícito, jogos de sedução e muito charme, bebidas, incesto, perversão e rock.

Os momentos em que a ação dos personagens são intercaladas com cenas de filmes antigos são muito bons! ( "Bande à part" do Godard; "Scarface" original e o cult "Shock Corridor" de Samuel Fuller).

Michael Pitt faz um trabalho primoroso como o estudante tentado pela teia dos novos amigos/amantes. É uma performance corajosa, até porque aparece seu pau duro e pequeno [rs].

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker