Quase Nada Sobre Quase Tudo

sexta-feira, novembro 17, 2006

¨Demorei um bom tempo para deixar Ginger entrar em casa, mas veio uma onda de frio com temperaturas de quinze graus negativos, e quando chegou a menos vinte, tive de deixá-la entrar, atormentado pela idéia de encontrar seu cadáver congelado na varanda. Ruski não botava o focinho para fora. A segunda gravidez aconteceu no inverno seguinte e ela teve os filhotes dentro de casa, em uma cesta que eu preparara para ela. E é claro que ela ficou para amamentar os filhotes. Quando os gatinhos tinham dez semanas, dei dois deles. Ginger ficava procurando por eles. Ia chorando de quarto em quarto e olhava sob a cama, embaixo do sofá. Então resolvi que não podia passar por aquilo de novo. Ginger passava por aquilo há séculos¨.

(William S. Burroughs - ¨O gato por dentro¨ - livro que é uma fofura, recomendo!)

5 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker