Quase Nada Sobre Quase Tudo

quinta-feira, novembro 23, 2006

Li "Asfixia" (na tradução em espanhol de "Choke", publicado no Brasil como "No Sufoco") ou tentativa número 2 de gostar de Chuck Palahniuk.
A tentativa número 1 foi ¨Clube da Luta¨ livro muito interessante mas cujo final incrivelmente idiota estraga quase todo o resto.
A historinha de ¨Asfixia¨: Victor Mancini inventou um método pra ganhar uns tostões a mais fingindo que se asfixia com a comida num restaurante com o objetivo de que a pessoa que o salvou se sinta responsável por ele pelo resto da vida, contando que passa por dificuldades financeiras, o que, invariavelmente, leva seus salvadores a lhe enviarem dinheiro. Fora isso ele também trabalha de camponês miserável num parque temático dos EUA colonial no século XVIII junto com o melhor amigo Denny. Além do mais frequenta um grupo de terapia para viciados em sexo apenas para encontrar mulheres, tal como ele "viciadas" e, tal como ele, mais desejosas de ceder ao vício do que o tratar. E visita a mãe moribunda cujo espírito anárquica fez da infância de Victor uma verdadeira loucura.
Enfim, Palahniuk escreve sobre o que não é normal e, através do exagero, torna esta não-normalidade em algo bizarro. ¨Asfixia¨ me fez lembrar de ¨Todas as famílias são psicóticas¨ do Douglas Coupland (na minha opinião um autor bem melhor).
Enfim... Palahniuk deveria escrever sua autobiografia. Jornalista de profissão, Palahniuk já foi artista de rap, lutador amador e até mecânico de automóveis. Teve o pai assassinado com a namorada pelo ex-marido dela. O acusado está no corredor da morte. Quando era adolescente, seu avô cometeu suicídio após matar a mulher. O autor adora conversar sobre sua quase obsessão em fazer humor com episódios trágicos, sobre as referências anticonsumo presentes em suas histórias, sobre sua escrita enxuta e direta, e suas narrativas repletas de escatologia. Em 2003, durante sua turnê para promover o romance "Diary", o autor leu o conto para diversas platéias nos Estados Unidos. Mais de 75 pessoas desmaiaram ao ouvir a leitura (desconfio de farsa protagonizada por fãs do autor).
Vou continuar tentando...

1 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker