Quase Nada Sobre Quase Tudo

domingo, maio 27, 2007

¨Fahrenheit 451 ofrece la historia de un sombrío y horroroso futuro. Montag, el protagonista, pertenece a una extraña brigada de bomberos cuya misión, paradójicamente, no es la de sofocar incendios sino la de provocarlos para quemar libros. Porque en el país de Montag está terminantemente prohibido leer. Porque leer obliga a pensar, y en el país de Montag está prohibido pensar. Porque leer impide ser ingenuamente feliz, y en el país de Montag hay que ser feliz a la fuerza...¨


Comprei este livro do Ray Bradbury atraída pela sinopse mas não consegui gostar do livro e muito menos me emocionar com o que eu suponho seria a descoberta da essência do ser humano num mundo alienado, sem livros, sem pensamento, sem cultura.

Como visão do futuro o livro também é bastante fraco. Acho que a rápida descrição do cenário prejudica o livro e o desenlace da perseguição final dá a impressão que o mundo está composto por debilóides. Sem contar que o final repentino... o autor não sabia como terminar a estória?

Definitivamente um livro que não me deu nada.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker