Quase Nada Sobre Quase Tudo

quinta-feira, maio 31, 2007




Li no site do Terra a seguinte notícia:




¨A desativação de um gene que tem sido associado ao mal de Alzheimer tornou ratos de laboratório mais espertos, disseram cientistas americanos. De acordo com os pesquisadores, após terem desativado o gene que controla a produção de uma enzima ligada a doenças que causam a morte de neurônios no cérebro, como o Alzheimer -Cdk5 (guarde bem este nome) - os ratos se tornaram muito mais capazes de detectar mudanças na área onde vivem. "É muito raro conseguir fazer um animal fica mais esperto", disse James Bibb, professor-assistente de psiquiatria na Universidade do Texas que liderou a pesquisa. Segundo o pesquisador, a equipe também tentou fazer com que os ratos já nascessem sem esse gene, mas todos os filhotes morreram. O estudo foi publicado na revista Nature Neuroscience¨.

2 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker