Quase Nada Sobre Quase Tudo

quinta-feira, janeiro 27, 2005

Mundo Cão V


Um kuwaitiano de 38 anos confessou que matou sua filha de 14 anos cortando a sua garganta por achar que ela estava fazendo sexo antes do casamento.
Testes mostraram que a menina era virgem. O homem, que era empregado do Ministério para Assuntos Islâmicos, forçou sua filha a se ajoelhar em direção a Kaaba, onde os muçulmanos acreditam ser a casa de Deus, antes de matá-la na frente de seu outro filho.
O país árabe tem pena de morte, geralmente executada com enforcamento, para assassinato, tráfico de drogas e crimes contra o Estado.


Confesso que depois de ler As Mil e Uma Noites, quase nada que venha do mundo árabe me surpreende...


0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker