Quase Nada Sobre Quase Tudo

quarta-feira, março 28, 2007

Graças a Deus meu pai nunca foi ambientalista.
Li no site da BBC que uma família nova-iorquina está realizando um experimento chamado ¨No Impact Man¨ cuja algumas regras incluem não usar durante 12 meses papel higiênico, televisão, elevador ou carro. A iniciativa partiu de Colin Beaven, 43 anos que escreve um blog onde ele relata o dia-a-dia da família. A sua esposa, Michelle Conlin, de 39 anos, a filha, Isabella, de 2 anos, e até o cachorro Frankie embarcaram juntos no experimento iniciado em novembro de 2006.
Na primeira etapa, a família tem que aprender a viver sem produzir lixo. São proibidos produtos descartáveis ou qualquer tipo de embrulho. No banheiro, nada de papel higiênico. Usa-se água.

Na segunda fase, eles precisam diminuir o impacto ambiental causado pelos alimentos escolhidos. É dada preferência à comida produzida localmente. Ficam de fora os produtos importados ou que tenham sido transportados de outras regiões do país.

E, por último, reduzir o consumo para o mínimo necessário e de forma sustentável.

Para evitar as emissões de dióxido de carbono, o casal fica longe de carros ou do metrô. Caminham ou usam um patinete.

No prédio onde moram, utilizam apenas a escada. Com mais exercício físico, o casal já perdeu peso.

Segundo o relato de Beaven em seu blog, o impacto não tem sido apenas no meio ambiente, mas, também, na relação familiar: "Sem TV, acabamos brincando mais com a Isabella, lendo mais, conversando mais e – hurray! – fazendo mais, bem, você sabe".

Ele reconhece um "pecado", no entanto, em 2009, serão lançados um livro e um documentário para a televisão... Será que eles vão doar o dinheiro pra alguma instituição relacionada com a proteção do meio-ambiente? Tisk tisk...

3 Comments:

  • At quarta-feira, março 28, 2007, Anonymous suzana said…

    Li na revista Veja de 06/set/2007
    que a americanaJudith Levine passou um ano sem comprar nada absolutamente superfluo.É sadismo dizer pras pessoas pararem de comprar.O problema é o consumismo.
    É um choque cultural viver sem poder dizer eu tenho ,eu compro,não
    preciso de ninguem.Fiquei sem sorvete,cinema, restaurantes,quando
    esquecia o guarda -chuva pedia emprestado.Descobri como é possivel deixar de comprar tenis de marca,brinquedo caro.Ela narrou
    sua experiência no livro"Not buying it:My year without shopping
    (Não me convencem.Um ano sem ir às compras)

     
  • At quarta-feira, março 28, 2007, Anonymous fefis said…

    Então essa mulher deveria trocar o lugar dela com um cubano pra ver o que é bom...queria só ver ela na fila do sabonete mensal!

     
  • At quarta-feira, março 28, 2007, Anonymous lilica said…

    ah, tudo isso de usar água ao inves de papel higienico, usar escadas e tal não é esforço nenhum... rs
    esforço seria ela entrar na fila do sabonete, concordo rsrsrs

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker