Quase Nada Sobre Quase Tudo

domingo, julho 29, 2007


Minha irmã tá bem engraçadinha ultimamente, hoje ela me mandou por e-mail uma notícia que saiu na Folha onde a manchete é a seguinte:

"Tim Burton confessa ter mais medo de palhaços do que da morte"

E ainda acrescentou no e-mail:"pelo visto não só você tinha medo de palhaços rsrs :p "

Pois é. Mas o verbo TER estava no passado e o detalhe é que eu ainda TENHO muito medo de seres humanos disfarçados de palhaço.

Já o Tim Burton ainda declarou "Tenho medo de palhaços, daquelas pessoas que ficam imóveis nas ruas (estátuas vivas), dos policiais, de me cortar e de muitas coisas. Tenho medo da vida real".

Que nem eu! A única coisa que não me dá tanto medo da lista dele são as estátuas vivas porque pelo menos eu não atravesso a rua quando vejo uma. O mesmo não posso dizer no caso de palhaços e policiais!

O medo de palhaço vem da minha infância onde o que eu sentia não era um medinho mas sim um verdadeiro terror paralisante. Minha mãe que é leitora assídua do blog pode dar seu testumunho com alguma história da boquinha. Eu achava sinistro, não suportava a aproximação de um ser estranho que te pega no colo e dá uns relinchos de "alegria", por não dizer risadas muito macabras, e eu era uma criança quieta, tímida e muito introspectiva.

Na adolescência por alguma razão que o Freud daria uma daquelas explicações estilo fase oral, eu comecei a colecionar palhacinhos de brinquedo mesmo ainda sentindo uma sensação escalafriante quando próxima a um ser vivente disfarçado de palhaço (hoje em dia também tenho horror a ciganos). Mas um dia, quando eu ainda morava em São Paulo, no meu quarto deitada pra dormir tive uma visão daquele monte de palhacinhos juntos se mexendo (não, eu juro que não estava bêbada... deve ser por causa daquele filme "IT" no meu subconsciente, hehe) e imaginei um pequeno exército de palhacinhos assassinos que cobravam vida de madrugada enquanto eu dormia, perdi o sono e no dia seguinte comecei a guardá-los...Ou seja, os palhacinhos são uma das coisas que eu ainda não levei e não pretendo mesmo levar pra Argentina.

5 Comments:

  • At domingo, julho 29, 2007, Anonymous lilica said…

    realmente é inexplicavel q vc colecione palhaços... é como se eu tivesse coleção de barata de borracha hahahahaha
    espero q vc tbm nao comece a colecionar ciganos na sua volta pra argentina... :p

     
  • At domingo, julho 29, 2007, Anonymous fefis, a que foge de palhaços said…

    pois é, minha coleção é estranha mesmo mas freud deve ter uma explicação "daquelas"... rs

     
  • At segunda-feira, julho 30, 2007, Anonymous suzana said…

    Com a declaração que vc não vai levar os palhacinhos ,terem que ti-
    rar o pó pro resto da vida.jejeje

     
  • At segunda-feira, julho 30, 2007, Anonymous fefis, criança esperança said…

    Sempre tem uma criança que não tem nenhum brinquedo e que pode adotar com gosto alguns ítens da coleção...

     
  • At sexta-feira, agosto 10, 2007, Blogger Marimari said…

    comigo a história é sapo. ganhar sapo de pelúcia, chaveiro, qualquer que seja me dá arrepios. encontrar de verdade então... vixe. mas palhacinhos, féfis? eles são legais!!!

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker