Quase Nada Sobre Quase Tudo

terça-feira, julho 31, 2007

Hoje também soubemos da morte do grande cineasta italiano Michelangelo Antonioni aos 94 anos. Antonioni, morreu "tranqüilamente" em uma poltrona de sua casa, em Roma, às 18h de segunda-feira, no mesmo dia em que morreu o enorme Ingmar Bergman.

Graças a ele chegaram à grande tela as problemáticas mais complexas e propagadas do mundo contemporâneo, como a falta de comunicação e a angústia. Dele vi 3 filmes inesquecíveis 'Blow Up' (inspirado livremente em um conto do argentino Julio Cortázar, "As Babas do Diabo", incluído no livro "As armas secretas", e que narra a história de Roberto Michel, um tradutor franco-chileno, residente em Paris, um apaixonado por fotografia que acidentalmente fotografa uma mulher que beija um adolescente num parque. Nas palavras de Cortázar: "Por 'Blow up', esse gênio das finanças modernas que é Carlo Ponti me ofereceu e eu aceitei 4.000 dólares; eles ganharam 25 milhões com o filme. Isso não tem qualquer importância. O resultado é que Antonioni fez um filme admirável"), 'Zabriskie Point'" e 'Além das Nuvens', filmado em parceria com Wim Wenders.

1 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker