Quase Nada Sobre Quase Tudo

quarta-feira, maio 02, 2007


Quem me conhece sabe o atrativo que tem pra mim ir numa festa como a do peão de boiadero em, digamos, Barretos. Mas, conforme eu disse no outro dia, casamento tem dessas coisas. E foi por isso que passei grande parte do feriado de 1º de maio em Angaco, no tal do ¨Festival provincial de destreza y jineteada¨.

Nesses ambientes onde eu não gosto de estar, eu me distraio vendo detalhes. O destaque foi o cara que vendia apito com som de gato. A demonstração era um horror: consistia num saco com algo dentro que simulava um gato (que obviamente não era um gato de verdade) e com o apito na boca e um pau pra dar pauladas no gato que miava de dor (o tal do apito em ação), as crianças que passavam ao lado do cara ficavam paralisadas olhando o cara dar pauladas no gato virtual. O mais engraçado foi um cachorro que começou a querer atacar o tal do gato. Quando os donos soltaram o cachorro e ele se aproximou do saco com o gato, o cara do apito além de apitar MIAAAAAAAAU! mexeu o saco em direção do cachorro que, como todo valentão na hora do vamos ver, saiu fugindo!

2 Comments:

  • At quarta-feira, maio 02, 2007, Anonymous suzana said…

    Aqui em são Paulo vc e seus irmãos
    viram este teatro ,não sei onde se
    em feira,mas é genial Ramón muito emotivo quase chorou.Estes artistas
    de rua não sei se vendem os apitos
    mas são muito admirados.É difícil
    acreditar que não tem um gato dentro do saco.hahaha

     
  • At terça-feira, abril 22, 2008, Blogger RuneScape said…

    alguem sabe como fazer um desses

    se souber me passa o meu e-mail é:

    luisboy_13@hotmai.com

    se soube me avisa viu

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker