Quase Nada Sobre Quase Tudo

terça-feira, junho 12, 2007

Tá achando que seu filho de 14 meses é um gênio? Ele é tão gênio quanto o meu cachorro!

Pois é. Agora descobriram que cachorros podem apresentar os mesmos níveis de inteligência de um bebê de 14 meses.

Os pesquisadores da Universidade de Viena analisaram várias crianças de 14 meses, que, individualmente, assistiam sentadas quando a mãe entrava no quarto carregando um cobertor com as duas mãos. Em seguida, as mães usaram a testa para acender a luz num interruptor. Os pesquisadores observaram que, quando chegou a vez de as crianças acenderem a luz, elas usaram as mãos e não a cabeça.

Segundo os analistas, os bebês perceberam que suas mães só haviam usado a testa porque estavam com as mãos ocupadas: os testes provaram que em vez de copiarem cegamente as mães, os bebês analisaram o que viram e perceberam que suas mãos eram certamente mais apropriadas para a tarefa.

A segunda etapa do estudo foi realizada com cães. Os pesquisadores realizaram testes semelhantes para checar se eles reagiriam da mesma forma. Sabendo que cachorros normalmente usam a boca para locomover objetos, os estudiosos treinaram a cachorra Guinness, da raça Collie, a empurrar uma barra de madeira com as patas enquanto carregava uma bola na boca. A cadela percebeu que, se assim o fizesse, ganharia comida. Em seguida, Guinness realizou a tarefa diante de 2 grupos. Para o 1º, empurrou a barra com patas e bola na boca e, para o 2º, com a boca vazia. Um 3º grupo de cães, que não assistiu à ação de Guinness, foi deixado livre para agir como quisesse. Como esperado, 12 dos 14 cachorros empurraram a barra com a boca. Em seguida, o grupo de 19 cachorros que havia visto Guinness empurrar a barra com as patas e a boca vazia, testaram o equipamento. Os pesquisadores constataram que 83% a imitaram, certos de que essa era a chave para receber a comida.

Mas a revelação veio quando os 21 cães, que a viram empurrar a barra com a bola na boca, não repetiram a ação. De acordo com os estudiosos, 80% deles usaram a boca para empurrar a bola. Assim como os bebês, os cães perceberam que Guinness só havia usado as patas porque estava com a boca ocupada.

1 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

 


eXTReMe Tracker